Maria Lopes

Maria Lopes

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Trocando em miúdos



https://www.pinterest.com/pin/300756081340164837/

Workshop Presencial em Belo Horizonte A Quadrilha

image
A hidra de Lerna

"Certa tensão pairava no ar, mas os planos foram claramente delineados ali. Aos soldados do astral, não era dada muita margem para escrúpulos. Enfrentar as forças das trevas, tendo-se em vista a realidade terrena, exigia despir-se do receio de “sujar as mãos” — evidentemente, sem se comprometer nem perder de vista o objetivo. Em última análise, pautar-se por um idealismo utópico contribui para a proliferação do mal, e os guardiões tratam é de coibi-la.

A política do anticristo fora descrita como a hidra de Lerna. À semelhança de um polvo gigante, seus tentáculos se alastravam pela América Latina e pelo mundo, tendo cada qual uma cabeça atuando em cada país, em cada região. A ação de muitos homens maus poderia resultar em bem quando eles disputassem entre si, como adversários em busca do poder. De modo análogo, cidadãos bons ou que se dizem do bem seriam plenamente capazes de ser úteis às forças e à filosofia do mal quando medissem com leviandade as conseqüências das bandeiras defendidas, quando relutassem em examinar as coisas com maior profundidade e em confrontar suas concepções com
os postulados da política do Cordeiro. Era preciso se valer de pessoas mesmo de índole até certo ponto má, mas cujas ações pudessem redundar em benefício para o ser humano; tal era uma realidade inescapável. Além do mais, talvez o bem que homens maus fariam, mesmo com intenções escusas, pudesse ser uma de suas últimas  oportunidades de fazê-lo. Cabia lembrar o que ensina a política divina: “E, se alguém der mesmo que seja apenas um copo de água fria a um destes pequeninos, (…) não perderá a sua recompensa”.1

Por fim, Jamar assumiu a tribuna, de forma tranquila e serena a princípio, para falar de mais ações diretas dos guardiões planetários."

1 Mt 10:42 (BÍBLIA. Português. Bíblia em ordem cronológica. Nova Versão Internacional. São Paulo: Vida, 2013).


A quadrilha
O Foro de São Paulo
Série A Política das Sombras, vol. 2
(Capítulo 7, páginas 186-187)
Robson Pinheiro
pelo espírito Ângelo Inácio

Deguste outros trechos de livros de Robson Pinheiro em:
www.casadosespiritos.com.br/downloads.
 
image

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

“Histórias na Fazenda da Vovó Cotinha” dia 8 de outubro, às 12 horas na Sala Leila Diniz em Niterói.


Diversão garantida na 54ª edição do Giro Cultural 



  
     O mês das crianças chegou e, como na Sala de Cultura Leila Diniz os pequenos sempre têm vez, vem aí mais uma edição do Giro Cultural com a peça  “Histórias na Fazenda da Vovó Cotinha”. O evento ocorrerá no dia 8 de outubro, às 12 horas, e é a programação perfeita para iniciar as comemorações desse período tão especial. A entrada é gratuita e a diversão garantida!
     Com um cenário colorido e uma bela trilha sonora, a peça infantil “Histórias na Fazenda da Vovó Cotinha” tem como enredo uma vovozinha fazendeira e sua amorosa neta, que está sempre por perto. A rotina das duas começa a mudar quando alguns mistérios acontecem na fazenda. Buscando descobrir o autor das travessuras, elas decidem criar um espantalho para assustar qualquer ave ou animal que esteja causando essa confusão. E é aí que se inicia uma grande aventura.
     Dirigido por Gugu Araújo e Cezar Cavalcanti, o espetáculo conta com os atores Fernanda Sorrentine, Vinícius Coelho, Rodrigo Becker e Emily Côrtez. O Giro Cultural é uma iniciativa organizada mensalmente pela Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Infocus Companhia de Teatro, e objetiva proporcionar cultura e lazer para a população fluminense. 
     Além da apresentação teatral, a Sala Leila Diniz também inaugurará a exposição “Inovar faz pARTE”, que conta com obras de 45 alunos da Oficina de Desenho Daniel Azulay. 

SERVIÇO:
54ª Edição do Giro Cultural
Data: 08/10/2016 (sábado)
Endereço: Rua Prof. Heitor Carrilho, 81 – Centro – Niterói/RJ
Hora: 12h
ENTRADA FRANCA