Maria Lopes

Maria Lopes

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

MEU MAR

MEU MAR

MEU MAR

Meu mar encantado


Que embalas meu sono


Postal ilustrado


Perdido em meu sonho


Sonhei muito longe


Num segmento astral

Tu eras meu mar


Tempero e meu sal


Furioso frio Adamastor


Calmo tranquilo manso

É forte por ti este amor

És fogo que já não alcanço


As velas que dantes


Cruzavam tuas águas


Desapareceram de ti


Agora apenas gigantes


Me fazem ver


Que te perdi


As águas continuam


As mesmas


E o mesmo sal


O sal de Portugal


Vitoriogil


https://www.facebook.com/vitorio.gil

2 comentários:

Vitorio Gil disse...

grato querida amiga é uma honra beijinho

Professora Maria Lopes de Andrade disse...

Vitorio Gil, Feliz Natal e que no ano de 2016 tenhas muitas inspirações para nos oferecer através suas poesias. Sucesso e Grata por sua visita.